Notícias
PREVENÇÃO
Lei Lucas começa em Limeira com treinamento de monitores escolares
11/09/2018 | 17h57
Lei Lucas começa em Limeira com treinamento de monitores escolares

A Secretaria de Saúde de Limeira, por meio do Núcleo de Educação em Urgências do Samu (NEU), iniciou nesta terça-feira (11) os cursos de primeiros socorros previstos na Lei Lucas. A capacitação ocorreu em parceria com a Secretaria de Educação e foi voltada a monitores de escolas municipais. Durante o treinamento, na sede da Educação, profissionais do Samu ensinaram manobras de desengasgamento e de ressuscitação cardiopulmonar.

A iniciativa foi acompanhada pelo secretário da Pasta, Vitor Santos, e pela vereadora Erika Tank – autora do projeto de lei que culminou com a implementação da legislação no município. De acordo com a Lei 5.987, sancionada pelo prefeito Mario Botion em março deste ano, as escolas ficam obrigadas a adotar ações de treinamento a todos os profissionais para prevenção de acidentes e atendimento de primeiros socorros.

Vitor Santos falou sobre a importância da adoção da Lei Lucas no município e parabenizou a vereadora Erika Tank pela iniciativa. Ele observou que a obstrução das vias aéreas por corpos estranhos requer intervenção rápida. Por esse motivo, ele ressaltou que os profissionais que trabalham nas escolas devem estar preparados para agir nessas situações, antes mesmo da chegada dos serviços de urgência. “Pequenas manobras podem salvar uma vida”, frisou.

Erika Tank também avaliou positivamente o início dos trabalhos. “Limeira foi a primeira cidade do país a aprovar a Lei Lucas.” A vereadora destacou que a ação irá oferecer mais segurança às famílias que deixam seus filhos nas escolas. “Estamos multiplicando informações que poderão ser empregadas em situações de risco de vida. O sentimento de poder contribuir para salvar a vida de uma criança é extremamente reconfortante. Agradeço a Mario Botion pela determinação em iniciar os treinamentos”, afirmou.

A capacitação foi ministrada pela enfermeira do NEU, Fernanda Cantão Silva e pela coordenadora técnica do Samu, Maria Fernanda Olívio Dionízio, e contou com uso de bonecos para simulação de atendimento. “Podemos afirmar que 90% dos casos poderiam ser evitados com medidas preventivas”, disse Fernanda Cantão. Também estavam presentes, Lucas de Araújo, do Samu, e a enfermeira da Secretaria de Saúde, Maria Ilídia Mazola. Os próximos treinamentos estão previstos para os dias 13, 18 e 25, das 8h às 12h, na sede da Secretaria de Educação.

Legislação

O movimento “#VaiLucas” foi desencadeado em todo país depois que um menino de dez anos de idade, Lucas Begalli, morreu de asfixia causada por engasgamento durante um passeio da escola no ano passado. A família iniciou um trabalho de conscientização de toda a população sobre a importância da aplicação dos primeiros socorros em caso de perigo. A mãe de Lucas, Alessandra Zamora, esteve em Limeira no mês de julho, acompanhando o projeto-piloto para implementação dos treinamentos na cidade. Na ocasião, Alessandra observou que 450 municípios de 13 estados diferentes já se mobilizaram em torno da lei. Desse total, 104 cidades já aprovaram a Lei Lucas – sendo 57 só no estado de São Paulo.

Notícias recomendadas para você
BUSCAR NOTÍCIAS