SAÚDE
Cartão SUS

O Cartão Nacional de Saúde é um instrumento que possibilita a vinculação dos procedimentos executados no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) ao usuário, ao profissional que os realizou e também à unidade de saúde onde foram realizados. Para tanto, é necessária a construção de cadastros de usuários, de profissionais de saúde e de unidades de saúde. A partir desses cadastros, os usuários do SUS e os profissionais de saúde recebem um número nacional de identificação.

Documentos necessários: documento de identificação com foto, principalmente que tenha número do CPF e comprovante de residência com CEP, pois o sistema não aceita cadastro sem CEP.

Para crianças é necessário certidão de nascimento e comprovante de endereço dos responsáveis com CEP.

O sistema do Cartão Nacional de Saúde pede um número de telefone para facilitar a localização do paciente em caso de agendamentos, internações, exames e demais ocasiões em que se fizer necessário entrar em contato com o paciente.

Desde 2013 o Ministério da Saúde permite a impressão do CNS com nome social do cidadão. A adoção do Nome Social é uma iniciativa do Ministério da Saúde para promover a cidadania, buscando coibir a exposição dos usuários do SUS a situações constrangedoras ou vexatórias. A adoção do campo “Nome Social” ainda deve ser usado pelas pessoas que possuam apelido amplamente conhecido em sua comunidade o que desejem registrá-lo a fim de possibilitar maior personalização em seu CNS.